Ganhei este livro de presente em meu último aniversário e o considero valioso. Em suas páginas, o autor David Harris mostra a evolução dos alfabetos através dos séculos, com explicações sobre sua história, materiais e, em particular, mostra como fazer os traços de cada um deles.










Acima a linha do tempo da escrita. Alguns alfabetos deram origem a outros, outros são variações de regiões como as insulares e algumas foram completamente descartadas com o passar do tempo. Por exemplo, a Maiúscula Rústica, surgida no Império Romano teve seu uso preterido por outros alfabetos a partir do século V e com a expansão do cristianismo, subsistindo seu uso apenas nos títulos de livros e capítulos, até desaparecer completamente.









Alguns dos materiais a serem utilizados pela caligrafia. O autor coloca desde materiais modernos a tradicionais como a pena e o cálamo, inclusive mostrando como são preparados ambos para a escrita.









Os traços da famosa e importantíssima minúscula carolíngia. Este alfabeto foi o primeiro exclusivamente com letras minúsculas e foi o responsável pela grande divulgação dos textos cristãos e base para os demais alfabetos. Como foi falado no texto que escrevi sobre ela os monges do período carolíngeo foram vitais para nossa escrita moderna. Nos forneceram as letras minúsculas, quase que um segundo alfabeto, e as noções de espaço entre palavras e pontuação. Padronizaram a escrita, facilitando não apenas o entendimento mas a transmissão de conhecimento ao longo dos séculos.






É interessante ressaltar também que o livro traz curiosidades como o alfabeto Cadeaux. Este alfabeto, composto apenas por maiúsculas, é usado apenas como decorativo e é de difícil leitura.

Quem tiver interesse em aprender mais sobre os diversos alfabetos e suas técnicas de escrita, é um livro que recomendo.



P.S.: Resolvi tentar aprender e praticar cada uma das letras ali dispostas. Ainda estou na primeira apresentada, a Maiúscula Rústica, e logo postarei alguns exemplos do que consegui fazer.
0 Responses

Postar um comentário